•   

A importância das vestimentas de proteção

Compartilhe:
 

Uniformes de segurança ou vestimentas de proteção, são roupas desenvolvidas e destinadas a proteger o usuário de possíveis riscos a sua saúde e bem-estar [...]

Uniformes de segurança ou vestimentas de proteção, são roupas desenvolvidas e destinadas a proteger o usuário de possíveis riscos a sua saúde e bem-estar. Em algumas atividades seu uso é obrigatório e deve ser fornecido pelo empregador.

Um exemplo são as vestimentas de eletricistas, confeccionadas com material que preserva o profissional contra o calor e fogo provenientes de arcos voltaicos ou também funcionários que trabalham em câmeras frigoríficas que necessitam de roupas resistentes a baixas temperaturas e que os protejam em ambientes extremamente frios.

O Ministério do trabalho e emprego possui uma norma para as vestimentas de uso profissional, a portaria N.º320 de 23 de maio de 2012. A NR 24 visa as condições sanitárias e de conforto nos locais de trabalho.

A Norma diz que:

24.7.2 Vestimenta de trabalho

24.7.2.1 Vestimenta de trabalho é toda peça ou conjunto de peças do vestuário, diferente das roupas pessoais e comuns dos trabalhadores, destinadas a atender as exigências de determinadas atividades ou condições de trabalho, não considerada como EPI nem uniforme, atendendo ao disposto nesta norma.

 24.7.2.2 A vestimenta de trabalho deve ser fornecida pelo empregador quando:

 a) previsto a necessidade no PPRA;

b) determinado em Norma Regulamentadora;

c) previsto em Acordo ou Convenção Coletiva de Trabalho.

 
 

24.7.2.3 Cabe ao empregador quanto às vestimentas de trabalho:

a) exigir de seus fornecedores que as peças sejam confeccionadas com material adequado, visando o conforto e a segurança necessária à atividade desenvolvida pelo trabalhador;

b) substituir as peças, sempre que danificadas;

c) responsabilizar-se pela higienização, quando previsto em Norma Regulamentadora ou em Acordo ou Convenção Coletiva de Trabalho. 24.7.2.4 As vestimentas de trabalho devem ser deixadas nos locais de trabalho quando o empregador for responsável pela sua higienização, salvo se as atividades exercidas forem realizadas fora do estabelecimento. 24.7.3 As peças de uniforme ou vestimentas de trabalho, quando usadas na cabeça ou face, não devem restringir o campo de visão do trabalhador.

Para não sofrer multas e expor os colaboradores a riscos, é importante que as empresas estejam cientes e de acordo com as normativas.  Adquirir sempre vestimentas com o certificado de aprovação (CA) e de qualidade é fundamental.

Conheça mais sobre nossas linhas de vestimentas de proteção em: http://commanders.com.br/produtos

  Fotos deste Post

Veja mais